quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Eu Não Sei Costurar: Como usar a peça teste na hora de fazer a costura final


Na semana passada, eu fiz um post falando sobre a peça teste. Além de falar um pouquinho de como a ideia surgiu, eu fiz um pequeno passo a passo de como confeccioná-la, além de listar as vantagens de se fazer este teste antes da costura final. Se você ainda não viu o post, ele está aqui.

Eu tive a oportunidade de testar a minha primeira peça teste e eu contarei, no post de hoje, como foi toda a experiência, além de dar algumas dicas de como usar a peça teste na hora da costura final.

Em primeiro lugar, a peça teste foi a melhor descoberta que eu fiz relacionada à costura neste ano! Eu recebi a encomenda de um vestido e foi muito bacana poder provar o vestido em outra pessoa sem me preocupar se eu teria que desmanchá-lo para fazer algum ajuste.  Outro ponto importante é que a outra pessoa, ao provar a peça teste, tem uma ideia muito melhor de como ficará a peça quando pronta. Qualquer modificação pode ser feita e testada. E isso não é apenas muito bacana para quem irá costurar a peça, mas também para quem está provando. Resumidamente, eu farei a peça teste para todas as peças, minhas ou de outras pessoas, daqui para frente.

Como usar a peça teste na hora da costura?

Essa é a parte mais legal de todo o processo! A peça teste, depois de pronta e ajustada, será o nosso molde para o tecido final, ou seja, na hora de cortá-lo, em vez de usarmos o molde de papel, usaremos a peça teste.

Além de ter sido cortada a partir do molde, a peça teste apresenta uma grande vantagem: ela já tem os espaços da costura inclusos, além de estar com as medidas exatas de como a roupa deve ficar depois de pronta. Principalmente se a peça teste sofreu alguma modificação.  

Mas para que tudo dê certo no final, não podemos esquecer de levar em consideração alguns detalhes, como, por exemplo, se a peça teste foi alterada ou não e os espaços deixados para acabamento. Por isso eu fiz uma listinha do que devemos observar na hora de usar a peça teste como molde, para deixar a nossa costura muito mais simples.


Frente


A peça teste já apresenta o espaço da costura, ou seja, na hora de cortar o tecido final, os espaços já estarão inclusos.

Dica: Na hora de costurar a peça teste, observe a distância da sapatilha da sua máquina de costura com relação à borda do tecido.  Desta forma, para saber que está costurando no mesmo lugar que foi costurado na peça teste, basta usar a mesma sapatilha.

A peça teste, normalmente, é medida com as bainhas prontas. Por isso, não se esqueça de deixar o espaço para a costura das bainhas na hora de riscar o tecido final.

Dica:  Para não se preocupar com isso, basta desmanchar as bainhas da peça teste na hora de riscar a peça no tecido final.

Como eu comentei no outro post, cavas e golas não apresentam acabamento na peça teste, por isso, não podemos esquecer do espaço para a costura nessas áreas. Em média 1 a 2 cm, dependendo do modelo.


Costas


Pregas, pences e outros pequenos ajustes feitos na peça teste devem ser considerados na hora de cortar o tecido final. Caso precise de uma pence que não apareça na peça, corte o tecido final com a pence do jeito que foi testada na peça teste. Por outro lado, se a pence fizer parte do resultado final,  lembre-se de deixar a marcação do espaço desta pence na hora de cortar o tecido final.

Eu sei que pode parecer complicado, mas,  para mim, os benefícios são inúmeros! E depois da primeira peça teste, fica muito mais fácil trabalhar desta forma.

Resultado final - Frente


Resultado final - Costas


Na semana que vem, eu deverei colocar mais um post sobre o assunto, mostrando o passo a passo de como usar a peça teste na costura. Se alguém tiver alguma dúvida, não deixe de perguntar.

Até a próxima,

Thaís


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...