domingo, 14 de fevereiro de 2021

Depois de 10 anos de muito craft … O que acontece agora?

O Landscape completa 10 anos em 2021. Mas a grande pergunta que me vem à mente é: E agora? Tudo começou com a ideia de divulgar moldes de costura na internet. Foi assim que surgiu a série Eu Não Sei Costurar e com ela, muitos crafts e outros projetos. Por um bom tempo, eu estava completamente imersa nesse universo. Eu aprendi muito e conheci pessoas incríveis e inspiradoras, que acabaram se tornando grandes amigas até hoje. Mas desde que eu voltei a desenhar, por volta de 2017, o que antes era o centro das minhas atenções, começou a tomar um novo lugar na minha vida.

Chegou 2020. Por conta da pandemia, eu decidi não aceitar encomendas. Sem sair de casa, os tecidos que eu tinha acabaram e por consequência disso, foi o ano que eu menos costurei, desde 2011.  Sem encomendas e sem a lojinha para ocupar a minha mente, me dediquei ao desenho por tempo integral pela primeira vez.  Eu finalmente pude ver os frutos de 3 anos dedicados ao desenho darem resultado e com isso, eu percebi que o meu caminho não estava mais entre linhas e agulhas, mas sim entre canetas e papéis.


Eu não estou encerrando o Landscape, longe disso! Ele faz parte da minha vida e sem ele, eu nunca teria voltado a desenhar. Por isso, ele vai permanecer por aqui, sempre disponível para quem quiser aprender a costurar e se interessar pelo faça-você-mesmo, sempre disponível para quando eu tiver alguma “idéia craft” ou uma costura nova para mostrar. Mas a partir de hoje, ele se torna oficialmente, digamos assim, o meu projeto paralelo. 


Para centralizar todo o meu trabalho com desenho de uma forma mais dinâmica, eu criei um novo blog chamado Ilustrações Thaís Melo, onde o foco será o meu processo criativo com o desenho. O Landscape está disponível também através do novo blog, na aba Outros Projetos. A newsletter também terá pequenas alterações. Ela será enviada mensalmente, com um pequeno resumo de como foi o processo criativo do mês, novidades e alguns links que me inspiraram durante os últimos 30 dias, além de dicas de livros e avisos de novos projetos. No Instagram, um pouco do dia a dia de quem desenha todos os dias.


O ano de 2021 começou com uma grande dose de esperança para dias mais calmos. Como eu comentei no primeiro texto do ano, eu desejava a todos um ano repleto de leveza. Exatamente isso que eu sinto agora, seguindo um novo caminho.


Eu quero agradecer pela companhia durante esses 10 anos de muita costura e criatividade e dizer um até breve!


Muito obrigada =)


Até a próxima,


Thaís



sexta-feira, 8 de janeiro de 2021

Um 2021 repleto de leveza e uma novidade: Meus desenhos na Urban Arts

 

Flores para um 2021 mais leve =)


Leveza...


Foi a palavra que me veio à mente quando eu percebi que 2020 estava acabando e 2021 estava batendo à minha porta.

Dezembro sempre foi o mês mais agitado para mim: Festas de final de ano, muitas encomendas, organizar o próximo ano, focar em melhorar a minha rotina e programar cada momento do meu dia. Mas em 2020 foi diferente, eu literalmente parei com tudo no mês de dezembro. Por conta da pandemia, não aceitei encomendas, não fui a festas de final de ano e aprendi que planejamentos e rotinas podem mudar do dia para noite. Por isso, ao pensar em 2021, eu só conseguia pensar em ter uma vida mais leve. Uma vida mais calma, menos corrida. Uma vida sem aquela constante sensação de estar sempre atrasada e nunca chegar em lugar algum.

Por isso, uma vida mais leve é o que eu desejo para você em 2021. A leveza de dias mais tranquilos e definitivamente, mais criativos também.

Este ano, o Landscape completa 10 anos! Uma década de costuras, projetos, crafts e muita criatividade. As costuras evoluíram para bordados e os bordados se transformaram em desenhos. Mas apesar das mudanças durante os anos, a criatividade sempre esteve presente em cada novo projeto. Sempre que eu deixo a criatividade tomar conta dos meus dias, tudo fica mais leve e tranquilo. 

Um 2021 mais leve e muito criativo para todos nós!

Aproveitando o primeiro post do ano, uma novidade: Meus desenhos agora fazem parte da Urban Arts!

Eu terminei 2020 com esta notícia e eu não poderia estar mais feliz de ver meu trabalho sendo aceito em mais uma galeria. A Urban Arts é uma galeria que foca em expor o trabalho de artistas independentes, tanto nas galerias físicas como online. Para conhecer um pouco mais da Urban Arts, basta clicar aqui, e aqui, você encontra um pouco mais do meu trabalho.

Até a próxima e feliz 2021 =)

Thaís






sexta-feira, 4 de dezembro de 2020

Estamos em dezembro…

 

Christmas Wish

Estamos em dezembro…


Ao mesmo tempo em que o ano de 2020 parece não ter fim, eu sinto que ele está passando depressa demais. Talvez essa sensação seja pelo fato de ter muita coisa acontecendo ao mesmo tempo, mas apesar das dificuldades que este ano trouxe para todos nós, eu não quero me lembrar de 2020 apenas como o ano da pandemia. 

Eu não vou mentir, não está sendo fácil. Mas apesar dos enormes desafios, eu quero me lembrar de 2020 como o ano em que eu aprendi coisas novas. Eu aprendi a ter mais paciência, eu aprendi a cuidar mais de mim mesma e das pessoas à minha volta. Eu aprendi a fazer pão, pizza e croissant, e aprendi que uma vida usando temperos é uma vida mais colorida e saborosa =)

O que eu quero dizer é que apesar dos desafios atuais, nós sempre temos algo a aprender. Eu espero em breve ter novas costuras e crafts para postar por aqui. As costuras foram poucas, mas os desenhos foram muitos. Meu trabalho com ilustrações continua a todo vapor no Colab55, Redbubble e na Galeria9, assim como minhas estampas no Panólatras


Eu não poderia deixar 2020 acabar sem escrever um post no Landscape. Fiquem bem e continuem se cuidando. Aproveitem o último mês do ano para rever posts antigos e, quem sabe, aprender algo novo antes de 2020 terminar!


Um ótimo final de ano para todos e um 2021 mais tranquilo para todos nós.

Até a próxima,


Thaís Melo.

sexta-feira, 22 de maio de 2020

DIY máscara de tecido para quem sabe e para quem não sabe costurar.

Máscara de tecido

Na semana anterior do decreto que determinou que o uso das máscaras seriam obrigatórias aqui na cidade do Rio, eu já havia costurado algumas máscaras de tecido. 


Eu procurei por um tutorial simples, pois, sinceramente, além da minha máquina de costura não estar 100%, eu não queria algo trabalhoso e difícil de fazer. Durante a confecção das máscaras, eu pensei muito nas pessoas que não têm máquina de costura ou não sabem costurar. Por isso, este tutorial pode ser adaptado para quem tem uma máquina de costura, para quem não tem uma máquina mas sabe costurar à mão e também para aquelas pessoas que não sabem costurar.


Material


Dois retângulos de 21 cm X 20 cm de tecido. Se possível, use tecidos de algodão como tricoline para facilitar a respiração,


Um elástico de 38 cm de comprimento,


Máquina de costura ou linha e agulha ou cola (tecido);


Una os dois retângulos de tecido, com o lado do avesso para fora. A costura deve ser feita na parte superior e inferior do retângulo, deixando as laterais abertas. Se você tiver uma máquina de costura, faça uma costura reta. Caso você não tenha uma máquina, faça uma costura à mão com ponto atrás. Neste post aqui, eu já expliquei como fazer esse tipo de ponto. Caso você não saiba costurar, use cola para tecido.


Agora, desvire o tecido para o lado direito e dobre as laterais para dentro, mais ou menos, 1 cm. Utilize o ferro se preferir.  Se você estiver utilizando cola, observe se a cola está seca antes de prosseguir.


Com as laterais dobradas, marque 4 marcações de 4 cm de distância nas laterais. Essas marcações serão as pregas da sua máscara. Depois das marcações prontas, prenda-as com alfinetes. Se você não tiver alfinetes, utilize pregadores de roupas ou clipes de papel.


Corte o elástico de 38 cm ao meio. Agora você tem dois elásticos de 16 cm. Eles serão as alças da sua máscara.


Agora é a hora de fazer a costura final. Prenda os elásticos nas pontas de cada máscara e passe a costura reta com a máquina de costura. Se você está fazendo a sua máscara à mão, antes de fazer a costura final com ponto atrás, faça um pequeno ponto em cada lado das pregas. Depois, faça a costura das laterais com pontos atrás, sem esquecer de prender os elásticos. Por fim, se você estiver utilizando cola, pregue primeiro as pregas com um pouco de cola (deixe secar) e cole as laterais.


Os elásticos podem ser substituídos por elásticos de cabelo. O tecido pode ser substituído por TNT. O mais importante é, se possível, não sair de casa. Caso haja necessidade de sair, que seja com o uso de máscara.


Eu espero que esse tutorial possa ajudar =)


Fiquem todos bem e um ótimo final de semana,


Até a próxima,


Thaís



quarta-feira, 6 de maio de 2020

Little World - Miniaturas em papel machê


No final do ano passado, eu estava em busca de algo diferente para eu fazer.  Quem acompanha o Landscape há um bom tempo, sabe que de tempos em tempos eu gosto de experimentar uma técnica nova de artesanato.


Eu já trabalhei com diversos tipos de artesanato: crochê, um pouquinho de tricô, bordados, corte e costura, reciclagem e biscuit. Mas eu nunca tinha me aventurado a trabalhar com papel machê. Eu sempre achei a técnica muito interessante e depois que eu sonhei que construía um farol, eu achei que era o momento perfeito de experimentar esse novo universo.


Pelas minhas pesquisas, existem várias maneiras de se fazer o papel machê. Como a minha intenção era experimentar uma técnica nova, eu segui a receita de papel machê mais simples que eu encontrei. Eu só precisava de jornal e cola.


Farol - Artesanato

Eu deixei o jornal rasgado em tiras de molho por mais de 24 horas. Depois disso, eu retirei toda a água, desmanchei as tiras de papel em pedaços menores e, aos poucos, acrescentei cola.  Eu usei cola Cascorez e essa foi a parte mais difícil do processo. Como eu nunca tinha feito esse tipo de massa, eu não conhecia o ponto. Eu simplesmente acrescentei cola na mistura até todo o jornal molhado se tornar uma massa uniforme e cinzenta. Era como amassar uma massa de pão, mas feita de jornal e cola branca =)


A primeira massa levou muita cola. Eu gastei mais ou menos metade de um vidro grande de cola para 5 folhas de jornal. Apesar da bagunça que fez, porém, a massa ficou bem homogênea e fácil de manusear. Outro ponto importante é que ela durou por mais de 5 dias dentro da geladeira num pote bem fechado.


Com a massa pronta, eu comecei a fazer o farol. Eu usei rolo de papel toalha para a base, papelão para pequenos detalhes e muitos palitos de sorvete. A montagem da peça foi algo muito orgânico e divertido. Todos os dias eu separava um tempinho e trabalhava um pouco no farol.  Eu não pensei muito, eu apenas colocava detalhes, cortava palitos e decorava o meu farol.


Casa de papel marchê


Se eu não me engano, eu levei cerca de duas semanas para terminar todo o processo (da confecção da massa até a pintura com tinta acrílica e pastel à base de óleo), mas a base do farol deve ter demorado mais de um mês para secar completamente.


A demora da massa para secar foi algo que me surpreendeu. Eu estava acostumada com biscuit, uma massa que seca muito rápido. Com papel machê, tudo é muito mais lento. Isso me permitiu analisar e modificar os detalhes durante todo o processo. Outro ponto importante é que durante a minha experiência com a massa, eu percebi que ela sempre precisou de sustentação. Eu tentei fazer pequenos bonequinhos e foi impossível sem ter uma estrutura por baixo dela.


Máscara de raposa

Esse foi um dos melhores projetos que eu fiz no final do ano passado! Além de experimentar algo novo, foi muito divertido moldar aquela grande mistura de jornal e cola.


Farol

Para dar um toque final ao meu farol, eu comprei luz de led com ligação à pilha e coloquei dentro dele. Além de uma miniatura, ele se tornou um simpático abajur!


Como eu adorei toda a experiência, eu não consegui parar no farol. Eu já construí duas casas em miniatura e fiz uma máscara de raposa =)


Até a próxima e se cuidem,


Thaís


quarta-feira, 25 de março de 2020

Um dia de cada vez e se possível, fique em casa.

Little World - Minhas miniaturas feitas com papel marchê =)

Como eu sempre digo nesses quase 10 anos de Landscape: deixe os seus dias mais criativos! Criar, para mim, é uma das melhores maneiras de cuidar de mim mesma. Por isso, para quem vai ficar em casa nos próximos dias, aproveite esse tempo e crie alguma coisa! Desenhe, costure, cozinhe, borde ou pinte. A atividade não importa, apenas escolha o que você goste e faça. Faça algo que lhe faça sorrir e se divirta. Transmita coisas boas para as outras pessoas, todos estamos precisando de algo bom neste momento. Não saia de casa se possível e lave bem as mãos, sempre.

Um dia de cada vez e se fizermos a nossa parte para o bem de todos, tudo isso vai passar.

Antes de terminar, eu deixarei os links de todos os tutoriais do Landscape aqui, para inspirá-los a terem dias mais criativos e leves =)

Até a próxima e fiquem todos bem.

Um grande abraço para todos

Thaís



LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...