terça-feira, 3 de dezembro de 2019

A costura e a criatividade + Um ótimo final de ano e até 2020!

Ilustração Natal
Ho Ho Ho

A criatividade sempre esteve presente na minha vida.  Eu sempre fui uma pessoa que gosta de “criar” coisas e isso é muito natural para mim.  Eu desenho e adoro crafts, mas algo que eu nunca percebi é como a costura está relacionada à criatividade.

Eu percebi isso nas últimas semanas e foi uma grata surpresa entender que a costura e a criatividade andam de mãos dadas, sempre!  Eu reconheço que nunca notei isso, porque existe uma parte da costura que é muito técnica, digamos assim.  Você precisa usar as medidas de uma certa maneira, riscar os moldes direitinho, calcular valores… Eu acredito que por esse motivo, por envolver números e medidas, eu nunca encarei as minhas costuras como uma atividade criativa. Mas pense bem: existe algo mais criativo do que transformar um tecido numa peça de roupa? 

Como eu comentei no meu último post, sobre a minha calça mostarda, eu só consegui consertar um erro ao usar a criatividade para resolver o problema.  Depois desse episódio, eu percebi que pessoas criativas não são apenas aquelas que pintam quadros ou criam músicas.  A criatividade está presente nas pequenas coisas.  Mas por que eu estou falando sobre criatividade?  Porque eu descobri que ao fazermos as coisas enxergando a beleza da criatividade contida nelas, tudo fica mais leve.

Por isso, lembre-se que quando você está resolvendo um problema, organizando sua casa, cuidando das plantas, lendo um bom livro, costurando ou aprendendo algo novo, você está usando a sua criatividade.  Num mundo que anda tão frio e rígido, criar é o melhor remédio =)

Costurem, dancem, cantem, criem … é isso que eu desejo para todos nós em 2020! Um ano repleto de criatividade!  Criatividade em todos os sentidos, formas e presente nas pequenas coisas.  

Obrigada pela companhia em 2019 e até o ano que vem!

Thaís 


quinta-feira, 21 de novembro de 2019

Costurinhas - Calça Mostarda

Molde base de calça

Novo mês, calça nova!  

Essa calça mostarda feita de oxford se tornou a minha calça favorita nas últimas semanas. Eu tenho adorado usar calças mais larguinhas e com cós alto no meu dia a dia.  Além de ser uma calça super confortável, por fugir do jeans, ela deixa a roupa com um ar mais especial sem fazer nenhum esforço.  

Eu comecei esse projeto em setembro, mas eu só terminei de costurá-la no começo de novembro. O motivo de tanta demora? Eu errei na hora de cortar o molde e cortei duas frentes! Pior do que cortar duas frentes de uma calça é persistir no erro.  O resultado foi que eu terminei com uma calça que, definitivamente, não estava dando certo e uma grande frustração. 

Eu decidi deixar a calça de lado por um tempo e pensar numa maneira de resolver o problema. Foi quando eu percebi que a minha única solução seria acrescentar ao molde os dois centímetros que faltavam para fazer a parte de trás.  Feito isso, as coisas começaram a funcionar e com um pouco de paciência e criatividade o meu erro se transformou num detalhe a mais na calça e tudo acabou dando certo.

Molde base de calça

Depois do problema resolvido, eu optei por colocar bolsos embutidos, pences na parte da frente e na parte de trás, e cós com entretela.  Eu também fiz a bainha dobrada para o lado de fora da calça (barra italiana) e finalizei com um botão grande num tom de caramelo.

Eu utilizei cerca de 1 metro e meio de oxford na cor mostarda e o metro do tecido custou R$ 6,99.

Para fazer a sua calça:
Antes de terminar o post, fica o lembrete: erros na costura acontecem, por isso, sempre costurem com calma e paciência.  Errou? Não tem problema. Deixe a costura de lado por um momento e procure alternativas para descobrir a solução. No final, tudo acaba dando certo =)

Até a próxima,

Thaís

Para saber mais


terça-feira, 24 de setembro de 2019

Posts da série Costurinhas, agora com indicação dos moldes da série Eu Não Sei Costurar

corte e costura

Todo final de mês, eu organizo todas as fotos e ilustrações que eu fiz no mês para fazer um backup de tudo. Durante a minha revisão no final de agosto, uma idéia passou pela minha cabeça: será que quem vê a peça pronta saberia dizer qual molde foi usado para confeccioná-la?

Eu costuro há quase dez anos e para mim é natural ver uma peça de roupa e pensar no molde.  Mas isso é natural para quem está começando a costurar agora? Por isso, os posts da série Costurinhas virão com o link para os posts da série Eu Não Sei Costurar, com o molde que eu utilizei para confeccionar aquela peça.

Eu espero que, desta forma, fique mais simples para quem quer costurar as suas peças encontrar os moldes dentro do Landscape =) 

No post Costurinhas - Saia de cetim, eu já fiz essa indicação e, aos poucos, eu colocarei os links nos outros posts da série.

Antes de terminar o post, se você tiver qualquer dúvida, não deixe de me mandar um  e-mail para myownlandscapedreams@gmail.com ou deixar um comentário.

Até a próxima,

Thaís


quinta-feira, 19 de setembro de 2019

Novas estampas no Panólatras: esotérico, raposas e floral

Desenhar estampas passou a ser algo muito divertido para mim!  Eu adoro pensar nos temas e, com caneta e aquarela, dar vida às novas estampas =)

É com muita alegria que eu escrevo este post para falar um pouco das minhas novas estampas que já estão à venda no Panólatras, desde o final de agosto.

estampa Thaís Melo
Rainbow Flowers
estampa Thaís Melo
Dias de Outono
Estampa Thaís Melo
Space Fox

estampa Thaís Melo
Chá Estrelado
estampa Thaís Melo
Meu Futuro

Uma estampa floral multicolorida com fundo azul escuro, raposas pintadas com aquarela e o minimalismo do preto e branco em estampas que remetem ao esotérico.

É muito bacana ver um desenho seu se transformar numa estampa! 

Eu espero que gostem das novidades e aproveitem que as estampas do Panólatras estão com descontos em todo o site!

Até a próxima,

Thaís

Para saber mais

segunda-feira, 9 de setembro de 2019

Costurinhas - Saia de cetim com estampa de oncinha

corte e costura

Quando eu era mais nova, eu era louca por saias de cetim!  Eu tinha várias e eu me sentia a garota mais elegante de todas com as minhas saias cintilantes.

O tempo passou e eu me desfiz de todas elas. No mês passado, eu li sobre o retorno das saias de cetim, e no mesmo momento, eu senti uma saudade imensa das minhas saias. Sem pensar duas vezes, eu decidi costurar uma para mim=)

A escolha do tecido foi uma escolha curiosa.  Eu não costumo gostar de nada com estampa animal. Porém, conversando com uma amiga, ela me contou de uma saia com estampa de onça que ela adorava e que infelizmente ela não tinha mais.  Eu não sei o porquê, mas a imagem da saia dela ficou estampada na minha mente.

Na mesma semana, eu fui comprar tecido para uma encomenda e eu dou de cara com um cetim com estampa de onça!  Uma estampa praticamente marrom, delicada e com manchinhas pequenas. Eu quase comprei o tecido, mas desisti na última hora.  Depois de conversar novamente com a minha amiga, eu tomei coragem e decidi arriscar: comprei o cetim com estampa de onça!

Para minha surpresa, eu adorei o resultado!

corte e costura

Apesar do tecido ser cetim (brilhoso) e com estampa animal, devido ao modelo da saia (saia evasê), todo o conjunto ficou discreto.  Eu coloquei bolsos embutidos e decidi por colocar elástico na cintura.

O volume excessivo na cintura foi uma preocupação, a princípio, mas no final tudo ficou muito harmonioso.  Os modelos de saia de cetim que eu tenho visto são saias mais justas, principalmente na região do quadril. Na hora de costurar a sua saia, basta escolher o modelo que mais lhe agrada.

Eu levei dois dias para fazer a saia e gastei 1 metro de tecido, que custou R$ 10,90.

Para saber como fazer uma saia evasê, basta clicar aqui.
Para saber como fazer bolso embutido, basta clicar aqui.
Para saber como fazer uma saia reta, basta clicar aqui.
Para saber como fazer saia com elástico na cintura, basta clicar aqui.

corte e costura

O que acharam da minha nova saia?

Até a próxima,

Thaís

Para saber mais


quarta-feira, 28 de agosto de 2019

Eco pads ou disquinhos de crochê para limpar o rosto.

crochê

Eu sou uma grande entusiasta do DIY!

Além dos projetos faça você mesmo relacionados à costura, eu também vivo colocando a mão na massa em diversos outros projetos no meu dia a dia.  Eu faço o meu próprio vinagre, tônico para passar no rosto e sabão para lavar as minhas roupas, por exemplo. E durante uma busca por beleza DIY, eu me deparei com os eco-pads!  

Eco-pads são disquinhos para limpar o rosto que substituem os tradicionais discos (ou bolinhas) de algodão.  O objetivo é usar, lavar e usar de novo. Desta forma, diminuímos a quantidade de lixo e também fazemos uma boa economia. Eu encontrei dois tipos de eco-pads: os feitos de tecido e os disquinhos de crochê feitos com linha de algodão.  Ao ver os disquinhos de crochê, eu não pensei duas vezes. Além de diminuir o lixo que eu produzo, como não se encantar com simpáticos disquinhos de crochê?

crochê

Para os meus eco-pads, eu comprei um tubo pequeno de linha para crochê, 100% algodão.  Até o momento, eu fiz três disquinhos de crochê e ainda tenho linha no meu tubinho. O objetivo é utilizar toda a linha para fazer os disquinhos.  

Como eu estava há um bom tempo sem fazer crochê, os disquinhos não ficaram perfeitos, mas cumpriram bem o objetivo.  Depois de alguns errinhos, tudo ficou mais simples e o processo ficou muito mais fácil.  

Nos posts da série 21 semanas de crochê, você encontra o tutorial de como fazer crochê circular, além de dicas para quem está começando a aprender a fazer crochê.

Além de eu estar adorando usar meus disquinhos de crochê para limpar o rosto todos os dias, foi ótimo voltar a me divertir com o crochê =)

Até a próxima,

Thaís

Para saber mais


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...